Dra. Isabel Martins

+ ARTIGOS

CONTATO

















Medo e desejo


Desejamos o que nos satisfaz?

Não, desejamos o que nos faz desejar...

Amamos o que nos satisfaz. O desejo enseja a dúvida, aquele talvez...

O desejo não se concretiza. Ele é impalpável, e é justamente o inatingível que nutre o desejo.

E essa dúvida que cerca o desejo gera o medo. O medo de não ser. O medo de não ter direito, de não ter a chance de satisfazer. Mas esse mesmo medo também justifica o desejo: Se fosse fácil ou simplesmente garantido, não haveria medo e não geraria a ardente - e às vezes torturante - vontade de conquistar.





+ ARTIGOS

CONTATO




DRA. ISABEL MARTINS - BIÓLOGA - MESTRE E DOUTOURA EM NEUROCIÊNCIAS



Grandes valores na sociedade humana



É preciso humildade, tolerância e paciência para admitirmos, aceitarmos e entendermos nossas fraquezas, nossas falhas, ou nossa dificuldade de lidar com as frustrações, sejam estas em nós mesmos ou naqueles que estão de algum modo ligados a nós. Viver entre outras pessoas requer um tanto de senso, percepção, capacidade de comunicação, e uma constante autoanálise. É sempre muito fácil simplesmente ceder a um impulso de julgar o outro. A força inata que nos impele a comparar, a nossa racionalidade, provoca o julgamento como consequência lógica da comparação.




Escolha seu caminho, ou a vida escolherá por você



É chegado o tempo de tomar um novo caminho, criar uma nova vida, ou mesmo um novo mundo. Mais do que somente um novo olhar sobre aquilo que conhecemos, é preciso “transformar esse velho mundo e fazer florescer uma nova era”.

Quando ouvimos isso podemos pensar que existem apenas alguns momentos em que podemos criar novas possibilidades. Mas não, não é necessária uma data especial para viver ou para renascer. O tempo de viver é agora! O tempo de experimentar, compartilhar e realizar o que somos é agora, e podemos começar aonde quer que estejamos.




Amar é ser agraciado. Escolha o amor



Sim, vivendo e aprendendo...

Não perca tempo tentando entender o porquê da vida e das coisas... apenas experience, descubra, encante-se, agradeça sempre e aprenda em cada momento. E o máximo que puder.

Não tente explicar as pessoas. Não tente entender. Pessoas não são coisas e realmente não vem com manuais de instrução. São surpreendentes, sensíveis, e podem se transformar em infinitas possibilidades. Compartilhe e saiba que cada pessoa é única, e quando o amor se manifesta, vem de muitas formas e todas são únicas. Ele simplesmente acontece.




+ ARTIGOS DRA. ISABEL MARTINS














Todos os direitos reservados ao Portal Novos Rumos - © Copyright 2015 - Desenvolvido por WDNR