Bebês são torturados em ataque de pistoleiros a sem-terra no Pará

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) denunciou nesta segunda-feira, 7, que um grupo de homens armados atacou um acampamento com dez famílias de trabalhadores rurais no município de São João do Araguaia, próximo à Marabá, no Estado do Pará; adultos e até bebês foram vítimas de uma seção de tortura por quase uma hora; "Os pistoleiros dispararam suas armas próximo do ouvido de duas crianças gêmeas de três meses de idade para aterrorizar sua mãe. Atiraram em redes com crianças dentro, além de derrubarem e pisotearem crianças no chão", afirma nota da CPT