Arthur Virgílio: Bolsonaro é um palhaço, assassino indireto das vítimas do Covid

Prefeito de Manaus desabafa sobre momento crítico que vive a população manauara. (Foto: Mário Oliveira/Prefeitura de Manaus)

Para o prefeito de Manaus, Bolsonaro é um "assassino indireto" por "incitar as pessoas a saírem às ruas, violando o isolamento social

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), chamou Jair Bolsonaro de "assassino indireto" por "incitar as pessoas a saírem às ruas, violando o isolamento social, melhor arma contra a covid-19".