Portal Novos Rumos




Parente vendeu por US$ 5 bilhões ações que valiam US$ 150 bilhões


Fernando Siqueira, presidente do Conselho Fiscal da Petros revela que a gestão de Pedro Parente à frente da Petrobras resultou em prejuízos graves à estatal e ao Brasil; "Um deles, a venda dos ativos, de 36% de suas ações na bolsa de Nova York. Segundo nossos cálculos da AEPET, elas valiam 150 bilhões, e foram vendidas por 5 bilhões de dólares", afirma



Em sua coluna no Jornal do Brasil, Hildegard Angel revela o que Fernando Siqueira, presidente do Conselho Fiscal da Petros conta do ex-presidente da Petrobrás: "Pedro Parente foi conselheiro da Petrobrás de 1999 a 2002, nesse período assumiu a presidência do Conselho de Administração, que é o órgão máximo da empresa. Nessa gestão dele aconteceram prejuízos imensos...Um deles, a venda dos ativos, de 36% de suas ações na bolsa de Nova York. Segundo nossos cálculos da AEPET, elas valiam 150 bilhões, e foram vendidas por 5 bilhões de dólares. Com grandes prejuízos que a Nação levou, a Petrobrás e, em consequência, o próprio povo brasileiro".

Fonte: Brasil 247


Acompanhe Portal Novos Rumos no Twitter

e no Facebook.






Comentários:



Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem 1 mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

Código da Notícia: PNR0506182