Portal Novos Rumos




Fontana: leilão do pré-sal será anulado quando Lula voltar


O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) concedeu entrevista à TV 247 denunciando as arbitrariedades contidas no leilão do pré-sal ocorrido nesta quinta-feira (7); Segundo o parlamentar, a ação orquestrada pelo governo Temer fere a soberania nacional; "O leilão é um pagamento da parcela do golpe e será anulado quando Lula voltar", declara



O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) concedeu entrevista à TV 247 nesta quarta-feira (6) denunciando as arbitrariedades contidas no leilão de quatro campos do pré-sal ocorrido nesta quinta-feira (7). Segundo o parlamentar, a ação orquestrada pelo governo Temer, fere a soberania nacional. "O leilão é pagamento da parcela do golpe será anulado quando Lula voltar", ressalta.

Fontana expõe que os quatro campos do pré-sal, leiloados na manhã desta quinta-feira (7), representam uma produção de 19 bilhões de barris de petróleo. "É um crime de lesa-pátria de enormes proporções, foi a primeira licitação após a Petrobras perder a exclusividade na extração do Pré-sal, ação orquestrada pelo ex- ministro das relações exteriores José Serra (PSDB-SP)", condena.

O parlamentar explica que as empresas estrangeiras interessadas no pré-sal, para além do lucro, estão em busca da tecnologia de extração da Petrobras. "Além da isenção de impostos que as empresas estrangeiras terão para explorar o pré-sal durante os próximos 25 anos, algo estimado em bilhões de reais", alerta Fontana.

Fontana ressalta que todas as atrocidades que o Brasil enfrenta serão sanadas no retorno da democracia. "Quando Lula retornar à presidência irá anular todos esses contratos e recuperar o pré-sal para o Brasil", projeta.

Política do golpe: todo lucro aos acionistas

O deputado acredita que o preço dos combustíveis deveria ser regulamentado e explica a razão de estarem tão caros. "Devido à lógica empresarial do governo administrar a Petrobras, visando apenas o lucros dos acionistas que investiram na Bolsa de Nova York. O Brasil nunca deveria ter vendido essas ações, a parte mais perversa do preço dos combustíveis é abrir mão da soberania nacional", lamenta Fontana.

Fontana conclui dizendo que o desmonte que o Brasil enfrenta é reflexo do golpe de estado. "Por isso a defesa da democracia é fundamental, devemos consolidar um debate com a sociedade na defesa da liberdade de Lula e pelo direito de ser candidato. Travar essa luta é pautar o regresso da soberania brasileira", ressalta.

Fonte: Brasil 247


Acompanhe Portal Novos Rumos no Twitter

e no Facebook.






Comentários:



Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem 1 mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

Código da Notícia: PNR0706184