Boulos pergunta, depois do assassinato em Porto Alegre: "Até quando?"


Candidato à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL) lamentou o assassinato de um homem negro em um supermercado de Porto Alegre. "Até quando?", perguntou ele sobre o racismo estrutural no Brasil

Guilherme Boulos



O candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, lamentou o espancamento que resulto em morte do homem negro João Alberto Silveira Freitas, espancado por seguranças em um estacionamento do supermercado Carrefour, em Porto Alegre.

"Às vésperas do Dia da Consciência Negra (20/11), um homem negro é espancado e morto por seguranças em um supermercado da rede Carrefour em Porto Alegre. Até quando?", questionou o ativista no Twitter.

Na capital, movimentos antirracismo convocaram uma manifestação contra o assassinato.

Confira, abaixo, as cenas chocantes:



Brasil 247



Acompanhe Portal Novos Rumos no Twitter e no Facebook.








Comentários:



Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Portal Novos Rumos

Código da Notícia: PNR2011204