Você sofre de mau humor? - Dra. Sandra Marenco

+ ARTIGOS

CONTATO


















Você sofre de mau humor?


Existem indivíduos que estão sempre mal-humorados, ranzinzas, impacientes e irritados. Muitas vezes não há motivo aparente para isso e nem eles mesmo sabem por que se sentem assim. Este problema acomete cada vez mais pessoas e parece ser contagiante (ou acaba afastando aqueles que convivem com o mal-humorado).

Ficar mal-humorado eventualmente ou irritar-se por um acontecimento desagradável é normal no cotidiano. Mas permanecer assim continuamente é uma condição que precisa ser avaliada. O mau humor pode ser crônico e estar associado à doença chamada distimia – que atinge em média 3% da população mundial, necessitando de tratamento específico.

Mas o que pode estar ocorrendo talvez seja algo muito simples de resolver. A alimentação e a atividade física exercem grande infl uência sobre o humor, por isso devemos direcionar nossa atenção para as mesmas.

É grande o número de pessoas que se alimentam inadequadamente, seja por falta de tempo ou por estarem “em dieta de emagrecimento” e isto refl ete diretamente nos níveis de serotonina, um neurotransmissor produzido pelo cérebro, chamado de hormônio do bem-estar.

Dietas muito restritas, pobres em carboidratos e outros nutrientes essenciais podem provocar alterações metabólicas, aumentando a irritabilidade, cansaço, podendo progredir para a depressão. Da mesma forma, longos períodos de jejum podem gerar baixos níveis de glicose e serotonina, com aumento de adrenalina e cortisol, interferindo diretamente no humor.

É importante incluir na alimentação alimentos ricos em triptofano, aminoácido essencial, nutriente utilizado pelo cérebro para a produção da serotonina. O triptofano melhora o humor, o sono, a sensação de otimismo e a auto-estima, além de contribuir para controlar o comportamento impulsivo. Fontes de triptofano: laticínios (leite, queijo, iogurte), carnes (vermelha, peixe, peru, frango), frutas (como banana, damasco, abacate), cereais integrais, pães, batatas. O consumo deve ser contínuo, porém equilibrado, pois o excesso pode gerar letargia.

Devemos incluir também na rotina alimentar Por Sandra de Quadros Marenco Novos Rumos Ciência & Saúde 05 os alimentos ricos em vitaminas do complexo B e vitamina C, pois o triptofano tem sua ação melhorada na presença das mesmas. Alimentos ricos em vitamina B (grãos integrais, oleaginosos, carnes, peixes) promovem mais energia e reduzem a irritabilidade e a fadiga.




A falta de alguns minerais como o selênio pode ocasionar desânimo, distúrbios do humor e depressão (que melhora com o consumo de pelo menos uma castanha-do-pará por dia). A falta de magnésio também pode provocar distúrbios do humor, ansiedade e estresse, sendo essa carência suprida com o consumo de peixes, aves, cereais integrais, aveia e germe de trigo.

O sedentarismo pode reduzir também os níveis de serotonina. Por isso a importância de programar atividades físicas regulares, mantendo um estilo de vida ativo no dia-a-dia, com tarefas que exijam movimentação.

Para combater o mau humor é necessário manter uma rotina saudável, alimentando-se adequadamente, com refeições freqüentes e equilibradas, exercitando-se com regularidade, evitando sobrecargas de trabalho, estabelecendo metas profi ssionais ou pessoais viáveis de cumprimento, inclusive no que tange à dieta alimentar. Optar por uma reeducação alimentar pode ser um caminho mais sensato a ser seguido, diferentemente de “dietas emagrecedoras mágicas”, que “roubam” nutrientes e o nosso bom humor!

Fonte: Revista Novos Rumos Ciência & Saúde






Comentários:



Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem 1 mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

Código do Artigo: SM3110153




+ ARTIGOS DRA. SANDRA MARENCO














Todos os direitos reservados ao Portal Novos Rumos - © Copyright 2015 - Desenvolvido por WDNR